BEM VINDOS AO KANTO DO MÁRCIO

Este cantinho vai ser dedicado ao meu querido FilhoAnjo, Márcio Filipe,  partiu a 2 Janeiro 2005, num acidente rodoviário,no regresso da Passagem do Ano em Madrid.

Com ele, levou  todos os sonhos, a felicidade e o brilho dos meus olhos, deixou-nos doces recordações e uma imensa e eterna saudade. Partiu muito cedo, quando menos esperávamos Dar a vida está nas mãos dos pais; medir a vida está nas mãos de Deus.  A sua riqueza humana era vastíssima, que se estendeu para além dos limites da nossa casa….  Fez amigos em  todos os locais por  onde passou, tratava as pessoas com, afectuosidade, respeito simplicidade, um sorriso afável…  Podia ser um mendigo, um idoso, uma criança ou um doutor, ajustava a sua prosa consoante a situação em que se encontrava, respeitava a vida de todos sem olhar ao status. O meu filho era um espírito livre, o tempo não tinha horas marcadas, ele fazia tudo a seu tempo, nunca foi amigo da rapidez, a falta de pontualidade, a que eu chamava defeito; irritava-me profundamente, agora entendo que apesar de ter tido uma curta existência terrena, ele soube saborear a verdadeira essência desta vida, sem pressas, sem stress; na Praia Grande contemplou os pores-do-sol, á noite saia ao pátio para admirar o céu, as estrelas a lua,....o Palácio da Pena iluminado no cume da Serra de Sintra…  tinha um coração e olhos de criança, não via maldade em nada, dizia que gostava de dar o “beneficio da duvida” . A todos os que tiveram o privilégio de conviver ao seu lado, deixou a mensagem que lhe foi confiada por Deus, através das virtudes da bondade, da humildade, da simplicidade, da boa disposição, sentido de humor, ( o som das estrondosas gargalhadas continuam a ecoar na minha cabeça sempre que vejo o Levanta-te e Ri ), do carácter, do respeito, do amor e valor da amizade.  A Amizade é; uma virtude divina. Longe de mim, de estar a elevar o meu filho a “santinho”, tinha defeitos e virtudes como todos nós, só que as virtudes excediam estes e soube-as cumprir e evoluir o seu “EU”. Acredito, que o Márcio vai ficar guardadinho em muitos corações,  em cada um de nós deixou um pouco de si e muitas saudades e levou um pouco de nós. Agradeço a Deus, por ter-me escolhido para gerar um filho tão especial, tanto a sua vida como a sua partida foram lições de vida.   O sofrimento, destapa os olhos velados pela cortina da ilusão  e amacia o coração áspero pelas pretensas vicissitudes da vida. Citando a mãe de uma amiga virtual e de coração: “ Abençoada é a mãe que cria um anjo, para o entregar nas mãos de Deus com muito sofrimento e saudade. “  

O Deus em que acredito garante que nos havemos de abraçar de novo um dia... Assim o espero!!!

 




 



Porque é que isto não pára!?!?


Não consigo adormecer, não me sinto cansado, mas também não 

consigo  estudar,  não me  consigo  concentrar para tal.  

Tento  adormecer  mas  é como se uma corrida  atribulada  de  

pensamentos, disto e daquilo, resolvessem acordar e desatassem 

a andar às voltas.Nada de concreto, ou específico, algo com que  

tenha  de  me  preocupar, nada  mesmo! Parecem  passear  tão

rápido  que  na  realidade,  nem  sei  o que são!

Tenho a incómoda sensação de que me falta fazer, ou completar 

ou cumprir algo pra finalmente poder descansar em paz,não sei 

o quê,  mas  é o que sinto!... E  na cabeça continuam  a correr,  

eu continuo desperto,  e sem saber o que fazer, nem mesmo  o  

escrever ajuda...PORRA!! Parece que alguém está a mexer com a 

minha alma, a incomodar o meu sagrado miradouro (virado para 

o pôr-do-sol ) do descanso.  Deixem-me  em  paz, desapareçam, 

quero ir  dormir...  Será que quero!?   Será que tenho vontade!?  

Já não sei!   Já não tenho a certeza. 

Vejo esta noite com a extensividade de anos... É isso!  

Tenho  a  sensação  de querer  encaixar nestas  escassas horas... 

uma vida, um “tempo”. Porquê!?  Sinto ter algo para concretizar, 

mas não sei o quê,ou como, nem onde!? Tenho que fazê-lo nesta

noite de mil anosmas como? Nada se revela, porque ainda sinto  

não ser capaz de me entregar às nuvens, não me sinto capaz de

fazer repousar o meu espírito...Quero ir mas não tenho vontade!

Tenho vontade de me sentar no topo do mundo e  “perder” uma

vida a contemplar o silêncio e suas manifestações,  na visão de 

um pôr-do-sol,  lento,  vagaroso, com  tempo  para desperdiçar,  

embalado numa leve brisa,  nem quente, nem  fria, chorar  tudo, 

lavar  a alma, para depois  mergulhar no  oceano,  deixando-me 

submergir  de  olhos virados para o céu, observar a superfície a 

ir,  até  que  me   extinga  tal  como   a  chama  de  uma  vela, 

ensaiando o seu desfecho.

                                                  Márcio Costa

                                                   31-06-2000


 
 


Image Hosted by ImageShack.us

Domingo, 8 de Dezembro de 2013

♥ DIA INTERNACIONAL EM MEMÓRIA DOS FILHOS QUE PARTIRAM ♥

 

 

 

 

Hoje 8 de Dezembro, comemora-se pelo mundo inteiro, o

 

"Dia Internacional em Memória dos FILHOS que Partiram".


Em todo o mundo, em todas as casas onde ficou um lugar

 

vago, em todos os corações de pais doridos de Saudade,

 

acende-se uma luz para lhes dizer que não foram

 

esquecidos e que nunca o serão.


Para nós pais órfãos de filhos é uma forma de lhes dizer, 

 

que os amamos, que estamos de pé, por eles e também,

 

que precisamos de manifestar o AMOR que nos une.


Nesta data propõem-se que em cada lar de todo o mundo

 

se acenda uma vela, à mesma hora local entre as 19:00h e

 

as 20:00h, de a modo a “durante 24 horas haver sempre

 

uma chama simbólica em memória dos filhos falecidos.

 

Este ano a vela do meu filho não brilhou só, acendi velinhas

 

em homenagem a filhos de queridos e estimados amig@s,

 

que o infortúnio da vida nos uniu. 



 


Publicado por Lay Teixeira Lay às 15:24
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 28 de Novembro de 2013

AMOR...PARA ALÉM DE MORTAL ♥

 

AMOR...PARA ALÉM DE MORTAL ♥

 

Coisa alguma dói mais fundo
do que perder para o mundo
um Ser que se deu à luz...
Melhor é sofrer cadilhos
que ser pais a enterrar filhos
essa é uma amarga cruz!

 

Mas se os pais tiverem Fé,
conseguem manter de pé,
AMOR...para além de mortal,
vossos filhos, no porvir,
só estarão Bem, foi-se o mal...

 

É tão bom saber rezar,
conseguir acreditar,
que há vida para além da vida.
Saber superar a morte,
já não dói tanto a partida

dos nossos entes queridos,

que os nossos cinco sentidos
não conseguem contatar.


Mas se afastarmos escolhos,
cerrando os fisicos olhos
pomos a alma a falar...

E ficamos espantados,
mesmo um pouco atordoados,
quase parecemos meninos...
e, então, a cruel ausência
passa a ser a consciência
de que somos seres divinos!


(Teresa Machado)

 

 

Publicado por Lay Teixeira Lay às 09:32
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 14 de Novembro de 2013

Um beija-flor na minha vida ╭•⊰✿

 

 

Sou um jardim extemporâneo onde as memórias desabrocham

de vez em quando, sem cerimônia e totalmente fora de estação

Tem dia que o sereno da saudade cai tão morno e perfumado

sobre mim,que um beija-flor ávido por ração e descanso pousa

nos meus ramos e fica ali, admirando a paisagem e balançando

ao sabor da brisa suave que os meus “ontens” ainda sopram.

 

Tem dia que a minha saudade floresce como uma primavera

inopinada, e o mesmo beija-flor de outrora vem sobrevoar os

meus canteiros, remexer as minhas histórias e sugar a seiva

doce das recordações, que eu guardo junto ao peito.

Não há vento, nem chuva capaz de demovê-lo desse bater de

asas ao meu redor. E assim, segue ele na sua busca indiscreta

por segredos escondidos nos meus estames, como pólen do

tempo, bebericando doçuras entre pétalas descerradas em

manhãs que ficaram para trás. Então, eu afugento-o:


“Voa, beija-flor, voa...Voa e permite-me inventar outro destino”

 

E, quase obediente, ele voa para longe...Voa, mas sempre volta

Volta sempre que as sementes esquecidas ao chão germinam,

e trazem viço ao que parecia morto, e dão novas cores ao que

desbotou com o passar do tempo.

Ele volta sempre que uma flor nostálgica se abre dentro de mim

e lança o seu perfume através dos desvãos da minha alma.

 

E, quando isso acontece, eis que, de flor em flor, com suavidade

e leveza, aquele beija-flor vem zunir as suas asas junto aos meus

desejos e beijar os meus pensamentos distantes com a máxima

ternura e delicadeza.... Lembrança boa é assim:

Tem o cheiro, o gosto e a textura de quem foi embora para

sempre, sem jamais se deixar ser esquecido.

Música: I´ll see you again
Publicado por Lay Teixeira Lay às 10:17
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Sábado, 2 de Novembro de 2013

DIA DE FINADOS

Neste dia dos Finados...

A saudade dói e a ausência deixa um vazio,

e muitas lágrimas... Mas confio em Deus, e Ele,

que tudo sabe, na sua infinita bondade, com toda

a certeza recebeu o meu filho nos seus braços de

amor, e todos os dias acaricia-me o coração,

amenizando a minha dor, e a minha saudade.♥



 

Que a Mãe de Cristo, o Filho de Deus, proteja a todos que partiram antes de nós!

 

 

 

Publicado por Lay Teixeira Lay às 22:45
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 17 de Julho de 2013

PENSANDO EM TI ♥

 

 

Pensar em ti é coisa delicada.
É um diluir de tinta espessa e farta,
e  passá-la em finíssima aguada
com um pincel de marta.


Um pesar grãos de nada em mínima balança,
um armar de arames cauteloso e atento,
um proteger a chama contra o vento,
pentear cabelinhos de criança.


Um desembaraçar de linhas de costura,
um correr sobre lã que ninguém saiba e oiça,
um planar de gaivota como um lábio a sorrir.


Penso em ti com tamanha ternura
como se fosses vidro ou película de loiça
que apenas com o pensar te pudesses partir


                                                        António Gedeão





Publicado por Lay Teixeira Lay às 09:30
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Sábado, 13 de Julho de 2013

Manhã Cinzenta




” Essa minha solidão, carrega um olhar peregrino …

Estilhaçando espelhos e sombras, correndo na contramão

dos ventos. Vagueia por gritos mudos, num mundo de

surdos. Abismos sem degraus, onde se folheia o passado

Se abrem as feridas … Secando a alma.”

 

                                              Bruno de Paula


 

De cinza se vestiu a manha, relutando em despertar.
De melancolia, se vestiram os meus versos,
vendo a chuva passar... Longa e triste.


 


Publicado por Lay Teixeira Lay às 09:16
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 20 de Maio de 2013

╭•⊰✿╭•⊰✿ SENTIMENTOS ╭•⊰✿╭•⊰✿

Dizem que o tempo sara todas as feridas.

Talvez seja verdade.

Mas há feridas que parecem não sarar.

Sangram, vertem pus, voltam a sangrar, surpreendem-nos a magoar a alma quando esta já deveria estar habituada e imune a tanta dor.

É certo, que às vezes, essas feridas acalmam, como as marés que recolhem a água e recuam para o mar alto; mas, tal como as marés, regressam depois, revigoradas, pujantes, invadindo de novo a praia e fazendo sentir o fulgor da sua presença , o impeto do seu regresso.

                                                              

                                                 J.R.Santos


 

 



Música: Poets of the Fall - Beautiful Ones
Publicado por Lay Teixeira Lay às 09:54
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 16 de Maio de 2013

A VIDA CONTINUA....

 


Despedidas são apenas para aqueles que amam

com os olhos. Porque para quem ama com o coração

e alma não existe tal coisa como a separação. 



Publicado por Lay Teixeira Lay às 23:55
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 8 de Maio de 2013

FALLING THROUGH TIME

Falling through time

Come and walk with me 
Through the mystery 
There's a place that I know 
Where the angels are falling through time

I've been there many times...


Where unknowing becomes the road 
And your struggles 
Become your sacred songs 
And the colour of love 
Is the ray in the dark, dark light

I believe in you 

I would thieve for you 
And I'll follow you faithfully 
Even when you lose your way


Crossing the line with you 
Tending the vine with you 
Falling through time with you

A little further on 
Before time began 
There's a place in your soul 
Where the spirits are singing your name

I've heard them many times…


Where your shadow becomes your fate 
And your sorrow becomes a karmic song 
And the echo of love 
Is a voice in the wilderness

I will wait for you 
And open the gate for you...


And I'll whisper the song of the cradle 
As you fall asleep

I'll fall behind with you 
I see the Divine in you 
I'm falling through time with you

Where the rivers meet 
And the air is sweet 


There's a place between heaven and earth 
Where your ray was formed

Do you remember this?

Where your essence and all that you are 
Incarnated, just like a bright new star 
And the thunderous drums of the firmament 
Pounded on...


I lit a fire for you 
I walked the wire with you 
And I caught you each time you stumbled 
And started to fall

A light shines for you 
I'd sacrifice mine for you 
I'm falling through time with you.


                                             Asher Quinn

 

Música: Falling through time - Asher Quinn
TAGS:
Publicado por Lay Teixeira Lay às 16:24
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 6 de Maio de 2013

ASAS AO TEMPO

 

Queria ser um pássaro voando
Perdendo as suas penas ao vento
Levaria em revoadas 

Meus sonhos...


Daria, por eles, asas ao tempo...
E ficaria à espera
De que voltassem
Cantando ao regresso,


Trazendo, lá de cima
A paz e o encanto para meu ninho..


                                       Teresa Cordioli

 

 

 

 ڿڰۣ♥ڿڰۣ


 

 


 

 



Música: Ofra Haza - You
Publicado por Lay Teixeira Lay às 14:33
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Tudo Tem O Seu Tempo

Há, para todas as coisas, um tempo determinado por Deus.




 ڿڰۣ♥ڿڰۣ








Publicado por Lay Teixeira Lay às 14:08
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 23 de Abril de 2013

SE EU MORRER...

 

Se eu morrer, sobrevive a mim com tamanha força
que acordarás as fúrias do pálido e do frio,
de sul a sul, ergue teus olhos indeléveis,
de sol a sol sonha através de tua boca cantante.


Não quero que a tua risada ou os teus passos hesitem.
Não quero que a minha herança de alegria morra.
Não me chames.... Estou ausente!

Vive em minha ausência como em uma casa.


A ausência é uma casa tão rápida,
que dentro passarás pelas paredes
e pendurarás quadros no ar.

A ausência é uma casa tão transparente ,

que eu, morto, te verei, vivendo,

e se sofreres, meu amor, eu morrerei novemente.


                                                     Pablo Neruda

 

TAGS:
Publicado por Lay Teixeira Lay às 12:15
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 17 de Abril de 2013

ڰۣۣ♥ڿڰۣ♥ PEACE & LOVE ♥ڿڰۣ♥ڿڰۣ

 

Though I need to weep your loss,
You dwell in that safe place in my heart,
Where no storm or might or pain can reach you.
Your love was like the dawn
Brightening over our lives
Awakening beneath the dark
A further adventure of colour.
The sound of your voice
Found for me
A new music
That brightened everything.
May you continue to inspire me:
To enter each day with a generous heart.
To serve the call of courage and love
Until I see your beautiful face again
In that land where there is no more separation,
Where all tears will be wiped from my mind,
And where I will never lose you again.


~ John O'Donohue ♥ڿڰۣ

Publicado por Lay Teixeira Lay às 09:47
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Domingo, 10 de Março de 2013

Nunca Deixem de Sorrir



Mães de caminhada!...
Nunca deixem de sorrir...
Mesmo que a dor magoe a alma e a saudade aperte o peito, ( eu sei que é mesmo assim)... nunca deixem de sorrir!
Pensem sempre nos vossos anjos, com um sorriso...lembrem sempre aqueles momentos em que sorriam juntos, brincavam juntos e a alegria reinava na familia.
E se as lágrimas vierem aos vossos olhos, nesses momentos de recordação, não se preocupem... são lágrimas saudáveis, são saudades saudáveis... e a emoção lava a nossa alma e os nossos queridos anjos, sentem todo o amor que sentimos por eles...e o nosso coração só deseja que eles sejam felizes junto de Deus.
Muitas vezes, paro a olhar as fotos do meu filho, vejo aquele sorriso lindo e choro de saudade...mas logo a seguir limpo as lágrimas e retribuo aquele sorriso com outro sorriso... e fico mais tranquila por estar a passar para ele energia positiva, para que ele vá evoluindo na luz de Deus.
Já que não os podemos ter connosco, vamos desejar para eles toda a felicidade Eterna, que sejam felizes... desprendemos suas asas, porque cada um de nós tem um caminho a percorrer... Fiquem com Deus!

Publicado por Lay Teixeira Lay às 01:12
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Minha Alma...

 

 

Minha alma tem o peso da luz.
Tem o peso da música.
Tem o peso da palavra nunca dita.
Tem o peso de uma lembrança.
Tem o peso de uma saudade.
Tem o peso de um olhar.
Pesa como pesa uma ausência.
E a lágrima que não se chorou.
Tem o imaterial peso da solidão no meio dos outros.


                                                      Clarice Lispector



 

 


Música: Promise
TAGS:
Publicado por Lay Teixeira Lay às 00:55
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 4 de Março de 2013

Quando Visitei A Minha Alma

Quando visitei a minha alma, pude perceber a vida por debaixo da vida.

Pude perceber que a vida não se limita a fragmentos da realidade,

mas sim a plenitude. Quando focalizei a minha atenção na intimidade

de cada coisa, estabeleci profunda perceção com a espontaneidade das

pessoas, dos eventos e dos factos. Desvendei a geografia interna das

repressões, das limitações e das ilusões e senti o pulsar das minhas veias,

que exprimem que aquilo que eu “sinto” vale mais do que aquilo que vejo ou ouço.

 

Quando visitei a minha alma, abracei o meu centro e distanciei-me dos medos, das perdas, das crises, dos traumas, e toquei muito além do abraço da essência de todas as criaturas do mundo, e senti a confiança em absolutamente tudo que me cercava. Vislumbrei a forma das “minhas sombras” e não as ignorei, nem as neguei. Ao contrário, pude discernir e aceitar a diversidade, o processo, o tempo e a natureza de cada ser.

Quando visitei a minha alma, descortinou-se o véu das imposições errôneas, das injustiças e das penitências a qual me submeti durante esta e outras vidas, nos porões da inconsciência e no submundo da minha própria ignorância. Fiz então uma verdadeira revolução nas atitudes medievais da incoerência e servidão que estavam enraizados na minha mente e que atravessavam o tempo. E por fim, ainda pude perceber que a fixação neurótica de factos do passado, estavam  a impedir o meu crescimento no presente e que somente através do auto-perdão, eu poderia retornar desta visita com a paz de espírito e a serenidade para ser eu mesmo, respeitar as diferenças e entender que nesta breve passagem, somos todos aprendizes.


 

 


TAGS:
Publicado por Lay Teixeira Lay às 17:54
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Domingo, 3 de Março de 2013

Porque A Vida Segue....

Publicado por Lay Teixeira Lay às 23:10
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 20 de Fevereiro de 2013

Um dia, uma semana...uma vida !!

 

 

O amor transcende a morte, mas a dor  continua a

acompanhar a profunda tristeza da perda,

que guardo dentro do meu coração.



 

Há dias que marcam a alma e a vida da gente
e aquele em que tu me deixaste não posso esquecer.


 

 


Publicado por Lay Teixeira Lay às 15:35
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 8 de Fevereiro de 2013

O Teu Mundo É Tão Longe....

 


 




Música: Pode o Céu Ser Tão Longe
Publicado por Lay Teixeira Lay às 15:40
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 10 de Janeiro de 2013

♫ Miss You ❤

Publicado por Lay Teixeira Lay às 15:26
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 2 de Janeiro de 2013

ETERNA SAUDADE !! Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ

 

 



Meu amado Filho,

A tua partida deixou uma eterna saudade.
Saudade da tua presença ao nosso lado,
E dos momentos de felicidade que passamos.


A tua partida foi repentina e sem volta
Hoje estás na companhia de Deus
E vives nas nossas lembranças com muito Amor.


A saudade maltrata, pois a tua ausênsia dói
Apesar dessa falta sinto que estás bem
Sei que alcanças-te a paz eterna.


Um dia nos encontraremos novamente e
Essa saudade que hoje me faz chorar
No momento desse reencontro sei,
Que as nossas almas serão pura felicidade.


Até esse dia...fica mais um Inté!


 

 


Sinto-me:
Música: Enya - Hope Has A Place
TAGS:
Publicado por Lay Teixeira Lay às 17:50
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Domingo, 4 de Novembro de 2012

...

♪ ♥ ♥  LOVE  ♥ ♥ ♫



♪ ♥ ♥  PEACE  ♥ ♥ ♫



Música: One last wish - James Horner
Publicado por Lay Teixeira Lay às 11:42
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

NOSTALGIA

A nostalgia desponta, na chuva que cai
nas vielas do meu peito deserto,
quando atravesso o fogo perpétuo da memória.

Uma barca de cinzas sulca
as artérias abandonadas de uma luz esbatida,

cruzando as margens coaguladas do silêncio.

Ao longe, rostos esquecidos gemem na penumbra,
o pranto de uma eterna ausência.
Fecho os olhos, e sinto as pálpebras a ranger
por detrás da alcova fria do pensamento.

Para lá da derradeira vertigem,
um Deus encharcado de invisibilidade
tece os contornos envernizados do meu rosto
numa lápide de densa névoa.

                                                        Runa

             ♪ ♥ ♥ PEACE ♥ ♥ ♫


 enya

Música: For YOU ... a beautiful dream - Enya
TAGS:
Publicado por Lay Teixeira Lay às 11:31
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 31 de Outubro de 2012

LÁGRIMAS DE AMOR

Se a Deus fazes companhia

Eu fiquei com uma missão
De nos encontrarmos um dia
Amor do meu coração!

Estou pensando em ti amor
Sentindo a grande saudade que tenho
Sentindo no coração esta dor
O coração chora, e não contenho.

Não contenho as lágrimas do amor
Com o coração, e a alma a chorar
Meus olhos ardem de dor
Porque as lágrimas estão a secar.

Saudade em mim entranhada
Não consegue ser esquecida
Eu com ela não quero nada 
Que me deixa tão sofrida.

O tempo vai passando,
A saudade aumentando
De ti me vou lembrando ,
E o meu coração chorarando.

            ✿ღ ...................... 



Música: Declan Galbraith - An Angel
Publicado por Lay Teixeira Lay às 16:36
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Sábado, 13 de Outubro de 2012

Os nossos filhos são apenas empréstimos de Deus!






Música: The Band Perry - If I Die Young
Publicado por Lay Teixeira Lay às 15:31
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket


.Pesquisar neste blog

 

.ARQUIVOS

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Julho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Janeiro 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

.ARQUIVOS

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Julho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Janeiro 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007


.TAGS

. todas as tags

.Links


Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

myspace layouts, myspace codes, glitter graphics


BEM VINDOS AO KANTO DO MÁRCIO

Este cantinho vai ser dedicado ao meu querido FilhoAnjo, Márcio Filipe,  partiu a 2 Janeiro 2005, num acidente rodoviário,no regresso da Passagem do Ano em Madrid.

Com ele, levou  todos os sonhos, a felicidade e o brilho dos meus olhos, deixou-nos doces recordações e uma imensa e eterna saudade. Partiu muito cedo, quando menos esperávamos Dar a vida está nas mãos dos pais; medir a vida está nas mãos de Deus.  A sua riqueza humana era vastíssima, que se estendeu para além dos limites da nossa casa….  Fez amigos em  todos os locais por  onde passou, tratava as pessoas com, afectuosidade, respeito simplicidade, um sorriso afável…  Podia ser um mendigo, um idoso, uma criança ou um doutor, ajustava a sua prosa consoante a situação em que se encontrava, respeitava a vida de todos sem olhar ao status. O meu filho era um espírito livre, o tempo não tinha horas marcadas, ele fazia tudo a seu tempo, nunca foi amigo da rapidez, a falta de pontualidade, a que eu chamava defeito; irritava-me profundamente, agora entendo que apesar de ter tido uma curta existência terrena, ele soube saborear a verdadeira essência desta vida, sem pressas, sem stress; na Praia Grande contemplou os pores-do-sol, á noite saia ao pátio para admirar o céu, as estrelas a lua,....o Palácio da Pena iluminado no cume da Serra de Sintra…  tinha um coração e olhos de criança, não via maldade em nada, dizia que gostava de dar o “beneficio da duvida” . A todos os que tiveram o privilégio de conviver ao seu lado, deixou a mensagem que lhe foi confiada por Deus, através das virtudes da bondade, da humildade, da simplicidade, da boa disposição, sentido de humor, ( o som das estrondosas gargalhadas continuam a ecoar na minha cabeça sempre que vejo o Levanta-te e Ri ), do carácter, do respeito, do amor e valor da amizade.  A Amizade é; uma virtude divina. Longe de mim, de estar a elevar o meu filho a “santinho”, tinha defeitos e virtudes como todos nós, só que as virtudes excediam estes e soube-as cumprir e evoluir o seu “EU”. Acredito, que o Márcio vai ficar guardadinho em muitos corações,  em cada um de nós deixou um pouco de si e muitas saudades e levou um pouco de nós. Agradeço a Deus, por ter-me escolhido para gerar um filho tão especial, tanto a sua vida como a sua partida foram lições de vida.   O sofrimento, destapa os olhos velados pela cortina da ilusão  e amacia o coração áspero pelas pretensas vicissitudes da vida. Citando a mãe de uma amiga virtual e de coração: “ Abençoada é a mãe que cria um anjo, para o entregar nas mãos de Deus com muito sofrimento e saudade. “  

O Deus em que acredito garante que nos havemos de abraçar de novo um dia... Assim o espero!!!

 




 



Porque é que isto não pára!?!?


Não consigo adormecer, não me sinto cansado, mas também não 

consigo  estudar,  não me  consigo  concentrar para tal.  

Tento  adormecer  mas  é como se uma corrida  atribulada  de  

pensamentos, disto e daquilo, resolvessem acordar e desatassem 

a andar às voltas.Nada de concreto, ou específico, algo com que  

tenha  de  me  preocupar, nada  mesmo! Parecem  passear  tão

rápido  que  na  realidade,  nem  sei  o que são!

Tenho a incómoda sensação de que me falta fazer, ou completar 

ou cumprir algo pra finalmente poder descansar em paz,não sei 

o quê,  mas  é o que sinto!... E  na cabeça continuam  a correr,  

eu continuo desperto,  e sem saber o que fazer, nem mesmo  o  

escrever ajuda...PORRA!! Parece que alguém está a mexer com a 

minha alma, a incomodar o meu sagrado miradouro (virado para 

o pôr-do-sol ) do descanso.  Deixem-me  em  paz, desapareçam, 

quero ir  dormir...  Será que quero!?   Será que tenho vontade!?  

Já não sei!   Já não tenho a certeza. 

Vejo esta noite com a extensividade de anos... É isso!  

Tenho  a  sensação  de querer  encaixar nestas  escassas horas... 

uma vida, um “tempo”. Porquê!?  Sinto ter algo para concretizar, 

mas não sei o quê,ou como, nem onde!? Tenho que fazê-lo nesta

noite de mil anosmas como? Nada se revela, porque ainda sinto  

não ser capaz de me entregar às nuvens, não me sinto capaz de

fazer repousar o meu espírito...Quero ir mas não tenho vontade!

Tenho vontade de me sentar no topo do mundo e  “perder” uma

vida a contemplar o silêncio e suas manifestações,  na visão de 

um pôr-do-sol,  lento,  vagaroso, com  tempo  para desperdiçar,  

embalado numa leve brisa,  nem quente, nem  fria, chorar  tudo, 

lavar  a alma, para depois  mergulhar no  oceano,  deixando-me 

submergir  de  olhos virados para o céu, observar a superfície a 

ir,  até  que  me   extinga  tal  como   a  chama  de  uma  vela, 

ensaiando o seu desfecho.

                                                  Márcio Costa

                                                   31-06-2000


 
 


Image Hosted by ImageShack.us

blogs SAPO

.subscrever feeds