Domingo, 30 de Março de 2008

RUMO QUE BRILHA EM MIM


anjos - Recados Para Orkut

 

 

RUMO QUE BRILHA EM MIM

 

A minha saudade é eterna, continua aqui a doer no meu peito, na lágrima que rola no meu rosto, sempre que lembro do teu sorriso, do teu olhar, do teu "ailô" quando chegavas a casa, quando me dizias ao deitar “ dorme bem mãe e sonha com os anjos”, eu sorria…todas as noites acalento o desejo de sonhar contigo meu anjo.

Neste silêncio da noite, a ouvir a tua música pergunto-me porque tinhas tanta pressa de partir para o topo do mundo e contemplares os pores do sol…podias ter ficado por cá mais uns tempos…porque é que teve que ser assim tão de repente…

Há!... se eu soubesse que aquele adeus seria o último que via, nunca te teria deixado ir sem te abraçar de novo…um abraço bem apertadinho e dir-te-ia o quanto te amo, o quanto és importante para mim…sei e sinto que estás ai do outro lado bem pertinho de mim, mas não consigo ouvir a tua opinião acerca daquele assunto que todos os dias te pergunto, nós não tínhamos tabus de conversa e sei que se estivesses cá fisicamente me ajudarias “ to make my mind up” …assim continuo deambulando pelo labirinto da vida á procura da saída para o átrio da felicidade.

Quando a solidão chega de mansinho e domina os meus sentidos... já não sei em que acreditar, paralisa a minha alma oprimida, extenuada penso que perdi mais uma batalha... saio á rua, contemplo o céu, milhões de estrelinhas brilham, procuro-te...tu és aquela cujo brilho é mais resplandecente , a minha Estrelinha Cintilante, elevo-me ao infinito... visualizo o teu sorriso...sinto-te no meu coração...és o rumo que brilha em mim para viver mais um amanhã.

 

Inté filho…descansa na paz dos anjos.


 

 

 

Posso ver-te, doce luz da minha existência

Escutar o palpitar do teu coração sofrido

Beijo tuas lágrimas que teimam em correr

O teu olhar, que me busca, mas não me vê

Busca enxergar-me com a tua alma

E nas coisas mais simples que estão á tua volta

Aí me verás…

Na luta do dia a dia, eu acompanho-te e dou-te

Força…Amparo…Protecção

Tu só não me vês…

Nas tuas noites mal dormidas

Eu estou aí… para te acalentar e embalar

Tu só não me ouves…

Busca em mim todos os momentos

E junto a ti sempre estarei…com muito amor

 

 

 

Sinto-me: Calimera
Publicado por Lay Teixeira Lay às 02:31
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Sábado, 29 de Março de 2008

ADEUS

 

Publicado por Lay Teixeira Lay às 02:50
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 26 de Março de 2008

PERDER ALGUEM QUERIDO

PERDER ALGUÉM QUERIDO

 

Não há palavras para expressá-la.
Não há livro que a descreva.
Por isso, o melhor jeito de consolar é falar pouco, orar junto,
sentir junto e estar presente, cada um do jeito que sabe.

Palavras não explicam a morte de alguém querido.
Sabem disso o pai, a mãe, os filhos, os irmãos, o namorado

e a namorada, o marido e a mulher, amigos de verdade.

Quando o outro morre, parte do mistério da vida vai com ele.
A parte que fica torna-se ainda mais intrigante.

Descobrimos a relação profunda entre a vida e a morte quando alguém
que era a razão, ou uma das razões, de nossa vida vai-se embora.

Para onde? Para quem? Está me ouvindo?
A gente vai se ver novo? Como será o reencontro?
Acabou-se para sempre, ou ela apenas foi antes?
Por que agora? Por que desse jeito?

As perguntas insistem em aparecer e

as respostas não aparecem claras.
Dói, dói, dói e dói...

Então a gente tenta assimilar o que não se explica.
Cada um do jeito que sabe.
Há o que bebe, o que fuma, o que grita, o que abandona tudo,
o que agride, o que chora silencioso num canto, o que chama

Deus para uma briga, o que mergulha no fatalismo e o que,

mesmo sem entender ou crer, aposta na fé.

Um dia nos veremos de novo... enquanto este dia não chegar,
entes que eu amo sei que me ouvem e oram por mim, lá, junto de Deus.
Para eles a vida tem, agora, uma outra dimensão.
Alcançou o definitivo.

Quem fica perguntando e sofrendo somos nós.
Mas como a vida é um riacho que logicamente desagua,

a nossa vez também chegará e, quando isso acontecer,

 então não haverá mais lágrimas.
Os que aqui ficaram chorando terão a sua explicação.
Por enquanto, fica apenas o mistério.
Alguém que não sabemos por que nasceu de nós e porque

cresceu em nós, porque entrou tão de cheio em nossa vida,

fechou os olhos e foi-se embora.

Quem ama de verdade não crê que se acabou.
A vida é uma só: começa aqui no tempo e continua, depois,

na ausência de tempo e do limite…
Alguém a quem amamos se tornou eterno.
E essa pessoa já sabe quem e como Deus é.
E também sabe o porquê de sua partida.
Por isso, convém falar com ela e mandar recados a Deus por meio dela.

Se ela está no céu, então alguém, além de Deus,

de Jesus e dos santos, se importa connosco.
Definitivamente, não estamos sozinhos, por mais que doa

a solidão de havê-la perdido.
Mas é apenas por pouco tempo.
Quem amou aqui, sem dúvida, se reencontra no infinito...

                                                  Padre Zezinho

Publicado por Lay Teixeira Lay às 03:24
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Domingo, 16 de Março de 2008

SAUDADE DANADA...

Não sei enfrentar a saudade...É verdade...
Sim é verdade, não sei enfrentar a saudade…

Não estou a conseguir enfrentar a realidade…

Vou vivendo no meu mundo de faz de conta

Até que esta saudade danada decide assomar.
A saudade que temos de alguém que prematuramente parte,

e que deixa um vazio  imenso no nosso coração,
A cada nova manhã desperto pensando mais um dia sem ti, olho no espelho e vejo-me tao diferente, mais uma linha sulca o meu rosto, por uma noite mal dormida, nao há nada mais difícil que ter que viver mais um dia sem ti, sem saber por onde andas, e com aquela pequenina esperança de um dia destes ver-te chegar…
Não sei avaliar o peso da tua partida, só sei que sinto uma saudade enorme e um vazio  sem fim, pela tua ausência física, porque  espiritualmente  estás sempre em mim .
Todos nós sentimos que perdemos uma parte importante da nossa vida, todos nós sem excepção sentimos que alguma  força  externa nos  tirou parte  do nosso viver, e de repente não temos mais sentido nem direcção, deixamos de saber caminhar percorremos becos e travessas, ruas e ruelas, caminhos, e estradas, e nada...não te encontramos, é como se  um  mágico fizesse um estalido com os dedos e Puf… desapareceste, deixámos de te ver .
Deixamos de ver o Nosso Filho que tanto amamos e que tanta saudade nos deixou, porque a saudade é uma dor que dói , e não tem cura, tem dias que fica adormecida, tem dias que é tão forte que nos fere a alma, a tal ponto que perdemos a fé, a esperança, a vontade de seguir em frente...

Descansa em Paz meu Filho...Amamos-te....Adoramos-te

                            

 


Recados e Imagens - Saudade - Orkut





 

Recados para Orkut

 

Sinto-me: Down
Música: Imagine _The Gregorian Choir
TAGS:
Publicado por Lay Teixeira Lay às 00:28
Link do post | Comentar | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos
Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket


.Pesquisar neste blog

 

.ARQUIVOS

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Julho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Janeiro 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

.ARQUIVOS

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Julho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Janeiro 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

.TAGS

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds