Sábado, 20 de Novembro de 2010

♥ ♥ ♥ RECORDAR-ME DE TI AINDA ME FAZ SORRIR...♥ ♥ ♥ 31º ANIVERSÁRIO

 

 

Recordar-te, é ter a certeza que vivi.

Recordar-te, é ter a certeza que tu ainda existes.

Recordar-te é sentir segurança na minha existência.
Recordo a tua face, hoje o teu momento é meu também.

 

Recordo todos os teus passos, as tuas piadas,
as tuas palavras, os teus medos, os teus sorrisos,...

Hoje recordo-me de ti como se estivesses a meu lado.

Hoje celebras o teu 31º Aniversário.    

 

                      O quinto sem a tua presença física,                         

 Mas tu estás aí... Tu estarás sempre aí
Não aqui…Só aí…Nunca mais aqui.

 

Hoje fizeste-me lembrar como a minha vida era feliz.

Por ti, por mim vou continuar caminhando

Com a Esperança por companheira, em busca da serenidade

 

Tu sabes que o meu amor por ti
É diferente de qualquer outro amor
O meu amor por ti é de Mãe
Amor de Alma… Amor de Coração.

 

Amor de Alma é Eterno

para sempre viverás no meu Coração.

 

                                                   Tua Mãe

 

   

Desejava tanto que o céu tivesse um telefone para puder ouvir a tua voz.
Penso em ti em silêncio e a única coisa que me resta são as recordações de ti...
o teu sorriso do tamanho do mundo, as estrondosas gargalhadas,
o teu coração doce de criança...
Daria tudo, para te abraçar uma última vez e dizer-te o quanto te amo,
por um só minuto ... que fosse!!
Deus tem-te nos seus braços e eu no meu coração eternamente..
  

PARABÉNS MEU ANJO

AMAR-TE-EI ETERNAMENTE ♥

  

  

 

 

 

 

♥ ♥

 

Publicado por Lay Teixeira Lay às 02:49
Link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 18 de Novembro de 2010

PEDAÇO DE MIM

  

 

 

Ó pedaço de mim,
ó metade afastada de mim
Leva o teu olhar,
que a saudade é o pior tormento.
É pior do que o esquecimento,
... é pior do que se entrevar.

Ó pedaço de mim,
ó metade exilada de mim
Leva os teus sinais,
que a saudade dói como um barco
Que aos poucos descreve um arco
e evita atracar no cais.

Ó pedaço de mim,
ó metade arrancada de mim
Leva o vulto teu,
que a saudade é o revés de um parto
A saudade é arrumar o quarto
do filho que já morreu.

Ó pedaço de mim,
ó metade amputada de mim
Leva o que há de ti,
que a saudade dói latejada
É assim como uma fisgada
no membro que já perdi.

Ó pedaço de mim,
ó metade adorada de mim
Lava os olhos meus,
que a saudade é o pior castigo
E eu não quero levar comigo
a mortalha do amor,
adeus.
Publicado por Lay Teixeira Lay às 02:00
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

AMOR INVISIVEL

 

 

Um anjo vem todas as noites:
senta-se junto a mim, e passa
sobre o meu coração a asa mansa,
como se fosse meu melhor amigo.
Esse fantasma que chega e me abraça
...(asas cobrindo a ferida do meu coração)
é todo o amor que resta
entre ti e mim, e está comigo.
 
Publicado por Lay Teixeira Lay às 00:25
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 10 de Novembro de 2010

From Where You Are ...I Miss U !!

 

Tão longe de onde estás
Essas milhas tornaram nossos mundos separados
E eu sinto tua falta, sim eu sinto tua falta.


Tão longe de onde estás
Eu estou debaixo das estrelas
E eu queria que estivesses aqui.


Eu sinto falta dos anos que foram apagados
Eu sinto falta do jeito que o brilho do sol iluminava teu rosto
Eu sinto falta de todas essas coisas pequenas
Nunca imaginei que elas significariam tudo pra mim
Sim...eu sinto tua falta
E eu queria que estivesses aqui.


Eu sinto as batidas do teu coração
Eu vejo as sombras do teu rosto
Que saibas que onde quer que estejas
Eu sinto tua falta
E eu queria que estivesses aqui.

 

* * *

  

Publicado por Lay Teixeira Lay às 15:20
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

MORRER JOVEM

 

Morrer jovem é muito esquisito.

É de uma ironia sem graça.

De um espanto em que não cabem argumentos.

Morrer jovem é muito estranho.

Mesmo porque juventude é coisa relativa, num mundo em que

Einstein já não está aqui para explicar.

Morrer jovem é como interromper uma música.

É como cortar um filme ao meio, rasgar as páginas de um livro

para não se saber o final...

É roubar de cena um actor em seu momento mais fantástico,

em seu grande acto, sua cena mais brilhante...

Porque morrer jovem é injusto.

Injusto com as leis da natureza.

Injusto com os que partem.

Muito mais injusto com os que ficam...

Pois saudade é morte lenta, passo-a-passo, emudecida,

olhos cerrados, quase sem respirar.

Quem morre jovem não tem o que dizer...

Vai calado, sem dizer palavra, num silêncio intrigante.

Não tem quase história pra contar, não tem quase passado...

Não terá futuro.

Quem morre jovem, seja qual for a forma, tem morte súbita... 

Porque é de repente se morrer jovem.

Fica aquela sensação de poder ter feito mais.

Poder ter dito mais.

Aquela frustração de quem perdeu o jogo de sua vida.

Morrer jovem é contabilizar ao contrário.

É descontar, é subtrair somente.

É contar os abraços que deixou de abraçar...

Os beijos que não deu, as obras que não realizou...

Os sonhos que não viveu,  a formatura que não aconteceu,

o carro que queria e não veio, a namorada que amava demais e não deu em futuro.

Morrer jovem é mais triste, porque a velhice é o que se espera

e a juventude apenas vai acontecendo e a gente sempre se

achando bem, se sentindo forte, audaz, capaz, feliz.

Quando se morre jovem, se desdiz tudo o que tinha de haver.

É a contramão da história!!

A volta de uma viagem que nem sequer chegou a existir.

Morrer jovem é não ter tempo.

Não conseguir conhecer a beleza, não dar satisfação,

não explicar, não dar até logo... ir directo ao adeus.

Morrer jovem é mal educado, é nem pedir licença para levantar e sair.

Morrer jovem é não aparecer no compromisso, é marcar a reunião e não ir...

É fazer todo mundo de bobo.

Dar um drible nos amigos, nos parentes, no cachorro.

Morrer jovem é faltar a tudo que estava na agenda e se perdeu no ar.

Morrer jovem é deixar para trás...

É uma ida sem volta... Uma deslealdade!!

É ir a uma guerra e nunca mais voltar.

É esperar por quem não vem.

Morrer jovem é uma traição da vida em concluío com a morte.

É uma armação para desesperar mães.

É um desafio...Um fustigo.

Morrer jovem é um deboche abominável!!!

 

                                                                  Por Jason Stone

 

Publicado por Lay Teixeira Lay às 00:30
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Domingo, 7 de Novembro de 2010

Angels

 

 

Publicado por Lay Teixeira Lay às 03:19
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Sábado, 6 de Novembro de 2010

★¸¸.•*¨*☆ SAUDADE.. ★¸¸.•*¨*☆

 

 

 

Saudade...

 São águas passadas que se acumulam nos nossos corações,

inundam os nossos pensamentos, transbordando por nossos olhos,

deslizam em gotículas de lembranças que por fim,

morrem na realidade dos nossos lábios.

 

 

Publicado por Lay Teixeira Lay às 10:55
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 1 de Novembro de 2010

☆¸¸.•*¨*♥ MISSING YOU ♥¸¸.•*¨*☆

 

Every step I take, every move I make
Every single day, every time I pray
I'll be missing you
Thinking of the day, when you went away
What a life to take, what a bond to break
I'll be missing you

 

☆¸¸.•*¨*♥ LOVE YOU ♥¸¸.•*¨*☆

 

 

 

Publicado por Lay Teixeira Lay às 13:31
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

S★A★U★D★A★D★E

 

Publicado por Lay Teixeira Lay às 01:53
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket


.Pesquisar neste blog

 

.ARQUIVOS

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Julho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Janeiro 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

.ARQUIVOS

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Julho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Janeiro 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

.TAGS

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds