Quarta-feira, 31 de Outubro de 2012

LÁGRIMAS DE AMOR

Se a Deus fazes companhia

Eu fiquei com uma missão
De nos encontrarmos um dia
Amor do meu coração!

Estou pensando em ti amor
Sentindo a grande saudade que tenho
Sentindo no coração esta dor
O coração chora, e não contenho.

Não contenho as lágrimas do amor
Com o coração, e a alma a chorar
Meus olhos ardem de dor
Porque as lágrimas estão a secar.

Saudade em mim entranhada
Não consegue ser esquecida
Eu com ela não quero nada 
Que me deixa tão sofrida.

O tempo vai passando,
A saudade aumentando
De ti me vou lembrando ,
E o meu coração chorarando.

            ✿ღ ...................... 



Música: Declan Galbraith - An Angel
Publicado por Lay Teixeira Lay às 16:36
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Sábado, 13 de Outubro de 2012

Os nossos filhos são apenas empréstimos de Deus!






Música: The Band Perry - If I Die Young
Publicado por Lay Teixeira Lay às 15:31
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 10 de Outubro de 2012

CINCO COISAS!!

 

 

Quando um dia eu for embora
Quando então me despedir
Pedirei apenas silêncio


E mais cinco coisas
Minhas cinco verdades perfeitas
Cinco coisas e nada mais.

A primeira é o amor sem fim
Amor pelas pessoas
Pelas árvores pelas flores
Amor pelos animais.

A segunda é rever o outono
Com suas folhas sopradas
Sobre a terra à qual voltaremos.

A terceira é o inverno rigoroso
A chuva que amei, o calor do fogo
A aquecer nossas noites eternas.


Em quarto lugar, o verão ardente
Redonda fruta vermelha
Pairando sobre o meu paladar.

A última coisa que eu peço
São teus olhos, meu amor,
Não quero dormir sem os olhos teus
Não posso viver sem o teu olhar
Eu trocaria o sol da primavera
Para que continuasses me olhando.

Isso, enfim, o que mais quero
É quase nada e quase tudo.

PABLO NERUDA



Música: You are not alone- Diana Ross
Publicado por Lay Teixeira Lay às 15:30
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 4 de Outubro de 2012

SAUDADES...

Às vezes nem as sinto, não porque elas não existam,

mas sim porque existem tanto que eu já me habituei a elas,

são parte de mim... Parte de quem sou!


Saudades...
De um sorriso, de um olhar, de um abraço, de uma
gargalhada.. De uma pessoa, de duas, de três... de tantas...

Saudades...
De quem ainda cá anda e de quem já partiu.
De quem me levou ao céu e de quem me manteve na terra.

Saudades...
Às vezes até a palavra me dói, tão intensa, tão profunda,
tão verdadeira... Fecho os olhos  e revivo  tudo, o cheiro,
o sabor, o sorriso, o olhar, os abraços, as palavras, os gritos,
a dor,  a angústia,  o desespero...  Saudades que não se
matam, que doíem e por vezes fazem sorrir...

Poderia ir pelo cliché do... "As saudades existem não porque
estamos longe mas sim porque um dia estivemos perto",
algo deste género.. Suponho que é verdade mas não as torna
menores, menos importantes, menos dolorosas..

Quem seria eu senão sentisse todas as saudades que sinto?
De ti, dela, dele, da inocência que perdi quando te perdi,
quando os perdi a eles...  os amigos, os avós, os cães...
todos os que partiram...  de tantos que ainda cá estão.

Hoje sinto saudades,  de tudo  e  de nada,  de todos
e de ninguém, das lágrimas transformadas em sorrisos,
dos sorrisos transformados em gargalhadas, dos abraços
apertados, da chuva no rosto, das conversas privadas,
dos segredos contados.

Saudades... tantas!
Hoje sinto saudades e sorrio, afinal só sentimos saudades
do que foi bom e eu já tive tanto de bom. 




 



Música: ODi - Something Beautiful
TAGS:
Publicado por Lay Teixeira Lay às 10:21
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket


.Pesquisar neste blog

 

.ARQUIVOS

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Julho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Janeiro 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

.ARQUIVOS

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Julho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Janeiro 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

.TAGS

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds